The transmission of Greek music

TitleThe transmission of Greek music
Publication TypeJournal Article
Year of Publication2004
AuthorsWest, ML
JournalClassica
Volume17-18
Pagination155-163
Abstract

O presente trabalho investiga como a música grega foi transmitida de uma geração a outra. Uma pequena parte da transmissão escrita está documentada, mas é evidente que os textos dramáticos e líricos eram copiados normalmente sem notação musical, e para autores anteriores a Eurípides as partituras podem nunca ter existido. O conhecimento que os musicólogos têm da música antiga deve ter-se embasado na tradição performática existente entre amadores e profissionais. Os sistemas de notação parecem ser invenção do século V. Eram conhecidos e usados apenas por especialistas e eram desconhecidos por muitos compositores de música. Textos com notação não faziam parte da tradição textual corrente e seguiam suas próprias convenções formais. Eram geralmente antologias usadas pelos recitalistas e tiveram pouca importância na transmissão dos textos famosos no decorrer dos séculos. Apenas a música de Mesomedes e as peças instrumentais de Bellermann sobreviveram na Idade Média, por certo porque foram adotadas como parte do repertório didático. [https://revista.classica.org.br/classica/article/view/391]

URLhttps://revista.classica.org.br/classica/article/view/391

Site information

© 2007-2012 MOISA: International Society for the Study of Greek and Roman Music and Its Cultural Heritage


Site designed by Geoff Piersol and maintained by Stefan Hagel
All rights reserved.